Pasar al contenido principal
José Ferreira Cabral, artesão de máscaras de Lazarim
Lazarim, Lamego (Viseu)

Artesão de máscaras de madeira de amieiro do Entrudo de Lazarim.

Informação de contacto
967 677 886; Rua Dr. Gonçalves da Costa, 17 - 5100-582 LAZARIM, Lamego (Viseu)
"Comecei a trabalhar com o senhor Afonso, que faleceu o ano passado, com 96 anos. Foi com o senhor Afonso que eu aprendi a fazer máscaras. Fazemos as máscaras com cornos porque o careto é um diabo, um diabo com cornos. Uma máscara sem cornos não tem piada".

José Ferreira Cabral trabalhas as máscaras do Entrudo de Lazarim. Segundo ele, o amieiro é uma madeira mole e, portanto, mais fácil de trabalhar. É uma árvore que se dá à beira dos rios, com muita humidade. Quanto mais humidade tiver, mais fácil é de trabalhar. Os jovens estão a aprender a fazer máscaras para que o Entrudo de Lazarim não acabe. O Entrudo de Lazarim não pode acabar. Todos trabalhamos para não deixarmos acabar a tradição. Os miúdos quanto mais máscaras fizerem, mais perfeitas ficam. Trabalham mais no inverno porque é a altura em que se trabalha melhor o amieiro, com mais humidade, e porque têm mais tempo para isso. Além disso, é a altura do Carnaval - o Entrudo de Lazarim.